FRASE DE MARCO AURÉLIO EM SUA LIMINAR DE SOLTURA QUE DIGNIFICA A CONSCIÊNCIA DE UM MINISTRO DO STF

 

PRODUÇÃO AFINSOPHIA.

O deputado Wadih Damous sintetizou bem a decisão do ministro Marco Aurélio do Supremo Tribunal Federal (STF) que mandou soltar todos os presos em segunda instância, entre eles Lula, o mais importante líder da história política do Brasil. O deputado, disse: “Ainda tem juízes no Brasil”.

A posição e decisão do ministro mostra que o STF não se resume a ministros que oscilam suas posições de acordo com as pressões que recebem ou imaginam. Marco Aurélio ao tomar sua decisão confirma e eleva sua dignidade como homem da Justiça. Não se curvou ao que possam imaginar, contrário, as indigências que querem se tomar como donas do Brasil como arautos, não promulgados, da justiça brasileira. Como ocorre com as mídias fascistas entre outros etcs. 

No final de sua decisão Marco Aurélio se mostra explicitamente como insigne juiz que defende e preserva a Constituição Democrática. Ele escreveu:

“Ao tomar posse neste Tribunal, há 28 anos, jurei cumprir a Constituição Federal, observar as leis do País, e não me curvar a pronunciamento que, diga-se, não tem efeito vinculante. De qualquer forma, está-se no Supremo, última trincheira da Cidadania, se é que continua sendo”.

Esse Marco Aurélio é o ministro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *