O FILÓSOFO SPINOZA E UMA BREVE DEMONSTRAÇÃO DOS AFETOS COMO MODUS DE SER DEMOCRÁTICO-SAÚDE E TIRÂNICO-PSICOPATOLÓGICO NESSAS ELEIÇÕES

Produção Afinsophia.

O filósofo holandês, Spinoza nos apresenta duas formas de modus de ser expressados pelos afetos. Vivências transitórias e significativas. Afetos que passam com outras vivências, e afetos que permanecem como significação dos corpos, mesmo com novas vivências. 

O filósofo nos mostra que os afetos são ideias e representações produzidos por corpos, principalmente, exteriores. Embora sejam, também, produzidos por corpos interiores. Daí que existem corpos afetantes e corpos afetados. Corpos que afetam e corpos que são afetados. Tanto um como o outro são tidos como rastros. Rastros passageiros e rastros constantes. Também tidos como sentimentos.

Os afetos como modus de ser se apresentam de acordo com os graus de potências e podem ser ativos e reativos. Os primeiros são os bons afetos e os segundos os maus afetos. Os primeiro são produzidos pelos bons encontros. São bons encontros, porque aumentam a potência de agir. O que faz com que a pessoa se sinta alegre. Os segundo são produzidos pelos maus encontros. O que faz com que a pessoa se sinta triste. Embora não saiba de sua tristeza. Por exemplo, uma pessoa que causa, por inveja, uma dor em outra. Ela se sente bem, mas seu ser encontra-se imobilizado na tristeza, já que ela não se movimenta como um ser livre como potência criativa.

O sentido de bom e mau depende da subjetividade-política-social e seus valores. Para os democratas o bom é o que expressa a sociabilidade e a racionalidade do coletivo. Para os tiranos o bom é o que expressa a irracionalidade e a insociabilidade. O que não é coletivo. O segundo tem um sentido claro de atrofia filogenética e ontogenética. O que não atingiu os graus social e racional. São os reativos conhecido como aberrações existenciais. Os que não percebem e não compreendem clara e distintamente. Prometeicamente podem ser chamados de semi-humanos. 

Nessa condição existencial, todos que apresentam os modus de ser reativo não podem entender e vivenciar a democracia, já que só se é ser-democrata quando se atinge os graus racional e social. Como os reativos tiveram desvios filo e ontogenéticos eles não podem experimentar a democracia como sociedade dos amigos. É o que se tem presenciado nessa eleições, onde os reativos, em sua obscuridades-existenciais, praticam atos de irracionalidade e insociabilidade em função da ausência dos corpos éticos e estéticos.

Para ficar um pouco mais ilustrado vamos mostrar um breve quadro dos afetos bons (ativos, os que se movimentam com a vida) e os afetos maus, os que se imobilizam por ausência da vida).

AFETOS ATIVOS                                                                AFETOS REATIVOS

Amor                                                                                    Ódio

Alegria                                                                                  Tristeza

Razão                                                                                    Irracionalidade

Coragem                                                                              Medo

Luta                                                                                       Covardia

Abnegação                                                                          Inveja

Ternura                                                                                  Brutalidade

Humor                                                                                    Raiva

Solidariedade                                                                        Egoísmo 

Honestidade                                                                          Hipocrisia

Verdade                                                                                   Mentira

Segurança                                                                               Orgulho

Altruísmo                                                                                 Mesquinhez

Aceitação                                                                                  Violência

Amizade                                                                                    Desamor

Eros                                                                                             Tânatos

Sensibilidade                                                                             Inafetividade 

Probidade                                                                                   Injustiça

Eticidade                                                                                     Degradação

Inteligência                                                                                 Imbecilidade

Pudor                                                                                            Desonra

Estima                                                                                           Rejeição

Confiança                                                                                     Traição

Diálogo                                                                                          Discórdia

Clareza                                                                                           Obscuridade

 Como é possível observar e entender, os afetos dos reativos são os expressados, principalmente, pelos nazifascistas que hoje, nessas eleições, pretendem causar uma atmosfera antidemocrática no povo brasileiros. Entretanto, embora esses afetos reativos sejam encontrados em abundância nos nazifascistas, eles também fazem parte do mundo burguês em geral. Qualquer representante profissional, que não seja claramente um nazifascista, também é traspassado por esses afetos tristes.

Portanto, nessas eleições é preciso muito cuidado com os sujeitos-sujeitados pelos afetos-reativos nazifascistas, porque a democracia não existe junto com essa psicopatologia-social.  O nazifascismo é um delírio que quer ser tido como normal e necessário à sociedade. Por isso, é preciso muito cuidado, posto que ele só é normal no interior das mentes psicopatológicas de seus delirantes.             

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *