Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Produção Afinsophia

Chorem golpistas. Sabíamos que as atenções de vocês ontem à noite estavam voltadas para o TSE que tratou dessa consulta se Lula poderia ser inscrito ou não candidato à presidência da República no pleito deste ano. Assim o deputado golpista de Rondônia,  Marcos Rogério (DEM-RO) perguntou à corte:


1) Pode um réu em ação penal na Justiça Federal candidatar-se à Presidência da República? 
2) Em caso de resposta positiva à pergunta anterior, caso eleito e perdurando a condição de réu, ele poderá assumir o mandato de Presidente da República?
 3) Em caso de resposta positiva às indagações anteriores, pode um réu em ação penal na Justiça Federal, em razão de denúncia de supostos crimes cometidos no exercício da Presidência da República, em mandato anterior, candidatar-se à Presidência da República?
 4) Em caso de resposta positiva à pergunta anterior, caso eleito e perdurando a condição de réu, ele poderá assumir o mandato de Presidente de República?

A matéria não foi discutida  e por unanimidade, os ministros entenderam que não cabe à Corte enfrentar o tema da forma como foi colocada. Segundo o tribunal consultas como essa servem para fixação de uma tese para orientação de casos específicos. “Consultar é descrever situação de forma genérica para permitir utilização posterior despersonalizada, com propósito de esclarecer dúvida inespecífica”, declinou o relator, ministro Napoleão Nunes Maia.

A questão ainda vai merecer debate no plenário do TSE, mas o que a corte decidiu hoje deixa no páreo Luís Inácio Lula da Silva e Jair Bolsonaro. O vício e o que está em segundo lugar nas intenções de votos.

Ficaram tristinhos os golpistas: Aécio Never, Michel Temer, todos os senadores e deputados federais golpistas, os Jornais Folha de São Paulo, Estadão e Revistas Veja, Época e Quanto é. Todos os calunistas sociais, os paneleiros e os que choram e pedem intervenção militar, inclusive uns doentes psicóticos de Manaus que em caminhada, carreata, clamam em frente do Comando Militar da Amazônia: Milicos venham me torturar. Eu não estudei História, nem sei o que é a dita dura.

Enquanto isso há desordem no país. Falta autoridade. Golpista não tem autoridade.

Neste momento só uma pessoa conciliaria essa situação: Luis Inácio Lula da Silva. Soltem o homem. Deixem o homem trabalhar.

Hoje a Federação Única dos Petroleiros inicia uma greve de 72 horas podendo se estender por mais tempo. As Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular convocam manifestações contra reajustes nos preços do combostol e em defesa da democracia exigindo Diretas Já e fora o casuísmo do STF com o parlamentarismo sem discussão e consulta popular.

E o maio de 2018, está indo embora diferente do maio  de 68 em Paris vindo de Nanterre.