Mais um caso comum de agressão contra pessoas homossexuais, ou tidas por homofóbicos homossexuais, ocorreu ontem, dia 4, na Praça Tiradentes, no Rio de Janeiro.

Um rapaz, que voltava do 5º DP, no centro do Rio, onde fora declarar que havia perdido seus documentos, ao caminhar por uma rua encontrou um grupo de homens – nazistas em razão de suas posições – que gritavam contra pessoas que passavam e as agrediam com impropérios. O rapaz, atraído pelos gritos e a confusão, olhou para saber o que estava ocorrendo no momento em que o grupo o percebeu.

Não deu outra: o grupo nazista, acreditando trata-se de um homossexual, foi em sua direção e o agrediu com um pedaço de madeira. O rapaz com ferimentos no rosto, ligou para a delegacia narrando o que havia lhe ocorrido.

Foi então, que o delegado Alcides Alves Pereira, aconselhou a procurar um atendimento médico contra os ferimentos.

“Ele disse está machucado e eu o orientei a procurar atendimento médico antes de voltar para registrar a ocorrência”, disse o delgado do 5° DP.