PESQUISA DO IPEA MOSTRA QUE PARA 51% DOS ENTREVISTADOS A EDUCAÇÃO NÃO MELHOROU

Enquanto para 48,7% dos brasileiros a educação no Brasil melhorou, para 51% não melhorou. É o que afirma a pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) realizada através do Sistema de Indicadores de Percepção Social (Pips), que capta a opinião da população em diversas áreas das políticas sociais e serviços públicos. Os entrevistados afirmam também que não houve mudança na qualidade do ensino (27,3%) e o sistema piorou (24,2%).

De acordo com o estudo apresentado, as opiniões variam de região para região. No Sudeste a avaliação negativa chegou a 36,1% de pessoas que acreditam que a educação piorou. Enquanto no Nordeste 14% acredita que a educação piorou. Já no Centro-Oeste, 62,9% opinaram que a educação melhorou.

Para os analistas do Ipea essa diferença de opiniões que ocorreram no Centro-Oeste, Nordeste e Norte opostas ao Sudeste e ao Sul pode ser entendidas pelo fato de foi nessas primeiras regiões onde foram mais aplicados recursos econômicos.

Podem ser uma evidência de como foram aplicados os investimentos nas três primeiras regiões, já que é justamente lá onde se encontram os piores indicadores educacionais do país”, afirma o estudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *