CIRO GOMES FAZ CAMPANHA PARA DILMA

Depois de deixar a corrida para se lançar candidato à Presidência da República, por motivos de acordos que não chegaram a ser concretizados e, então, ter se afastado em viagem para os Estados Unidos, para ficar distante da refrega eleitoral, o deputado cearense do PSB, Ciro Gomes, voltou ao Brasil, e participou da oficialização da candidatura de sua ex-mulher, Patrícia Sabóia, para a Câmara Federal, e da oficialização da candidatura de seu irmão, Cid Gomes, à reeleição ao governo do estado do Ceará. Depois de discursar, falando sobre a candidatura de seu irmão, a necessidade de sua reeleição para o governo do estado, Ciro Gomes pediu votos para a candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff. Ciro chamou Dilma de “nossa candidata”, antes afirmou que o Brasil encontra-se “no rumo certo”.

Ainda em seu discurso, Ciro falou sobre seu sonho de ser presidente. “Sonho para o qual eu tenho procurado me preparar. Mas a vida pública, especialmente para mim não faz dela meio de vida, não é um lugar para a gente fazer o que a gente tem vontade, nem mesmo o que a gente sonha. A vida pública é para gente fazer o que for necessário pelo País, pela sua Comunidade, pelo seu Estado.

Aqueles que decidiram, decidiram pensando no melhor para o País. Decidiram pensando no que era melhor para nosso povo brasileiro. Então, por mais que eu ache que pudesse estar errado, por mais que eu achasse que eu podia ser melhor, a gente não pode querer na política especialmente, mas na vida também, não pode querer ser dono da verdade. E quem na política se arvora de dono da verdade, às vezes, fica falando sozinho contra a imensa maioria da inteligência das pessoas”, discursou Ciro Gomes.

2 thoughts on “CIRO GOMES FAZ CAMPANHA PARA DILMA

  1. Beleza, Milton,
    claro, Ciro, um homem lúcido, interessado a auxiliar a afirmação da democracia a partir do uso da razão, só poderia juntar-se a Dilma, essa mulher que deverá dar continuidade aos projetos fundamentais de Lula e criar novos.
    Sim! Ambos de esquerda, já que a direita, como você disse, não existe. E você, Coradi?
    Abraços gomesados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *