NEGLIGÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR ESTADUAL

Chegou até este bloguinho intempestivo a notícia de que um morador do município de Itacoatiara deu entrada no Hospital 28 de Agosto no dia 25 de outubro com a perna fraturada. Lá teria sido atendido por uma médica traumato-ortopedista. Esta após o atendimento lhe deu alta e encaminhamento para o Hospital Adriano Jorge e CEFRAM (Centro de Fraturas do Amazonas). Sem nada conhecer em Manaus o morador de Itacoatiara disse não saber onde as respectivas instituições ficavam e não tinha quem o acompanhasse. Foi então levado de ambulância até a rodoviária. De lá o metropolitano-itacoatiarense, sem saber a violência a qual foi submetido, posto que não teve seus direitos de cidadão esclarecidos por uma funcionária pública nem por um responsável pela instituição que lhe orientasse, pagou sua passagem e retornou ao município de Itacoatiara.

Tendo a fratura infeccionado, o itacoatiarense retornou a Manaus ontem. Foi atendido no Hospital João Lúcio, onde foi informado que sua fratura tinha se agravado devido aos cuidados inadequados que recebeu no momento que teria sido atendido pela primeira vez. Já no Hospital João Lúcio foi encaminhado para o Ambulatório Araújo Lima.

Casos como este não são isolados na Região Metropolitana de Manaus. Este bloguinho tem recebido e noticiado situações onde o serviço de saúde pública é percebido como não atendendo as necessidades da comunidade. Este bloguinho intempestivo se manterá informado. Enquanto isto o sindicato dos médicos está só a bailar…

3 thoughts on “NEGLIGÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR ESTADUAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *