i iNDA TEM FRANCÊS Qi DiZ Qi A GENTi NUM SEMO SERO

1x1.trans - i iNDA TEM FRANCÊS Qi DiZ Qi A GENTi NUM SEMO SERO

@ SENADOR DO PSDB SE RESSENTE DA FALTA DE DIPLOMAe de quebra ainda quer levar Lula na jogada. O senador de Goiás, Marconi Perillo, que recebe aulas exclusivas– literalmente excluindo outros alunos – em uma faculdade particular de Goiânia, junto com sua esposa, afirma que não pretende seguir o exemplo de governantes que se contentaram somente com o diploma do tribunal superior eleitoral. Nem poderia. Não se pode nem copiar a si mesmo, quanto mais aos outros. Mas Perillo, se fosse capaz, poderia depreender da leitura existencial da atualidade, que o diploma precisa mais de Lula do que Lula de um diploma. Lula carrega saberes constituídos no seu existir, nos encontros que compôs, por isso seu saber é constituinte, está sempre em movimento, daí a impossibilidade dos PSDBestas e DEMos tocarem nele, mesmo com a ajuda da imprensa golpista e de partidos aliados oportunistas. Evidência de que o sentimento de inferioridade do PSDB em relação à Lula não atinge apenas FHC. Quando da campanha que reelegeu o sociólogo, a mão espalmada foi uma forma de hostilizar e evidenciar a ausência – que é presença – do dedo de Lula. Quatro anos depois, nem as mãos espalmadas de Serra foram capazes de salvar eleitoralmente o partido que quebrou o país. Como toma como verdade a ilusão da superioridade dos saberes, criada através da hierarquização do ensino pelo Estado, não consegue entender que os saberes são produzidos na cotidianeidade das pessoas, através do uso da inteligência e potência de agir criadora que o homem possui, e somente quando capturados pela ordenação sígnica do Estado é que entram na hierarquia dos saberes oficiais, mas aí já perderam sua força afetante, se transformaram em anódino conteúdo programático ou resultado de pesquisa universitária. O saber está para os homens livres como a filosofia está para os não-filósofos, transbordando afirmação do filosofante Deleuze. Apontar o dedo acusador e exercitar a faculdade judicativa-policialesca em direção a quem não se enquadra no seu padrão de existir é afirmar a própria ignorância. I inda tem francês…

@ “APESAR DE ESTE SER UM PAÍS MACHISTA, VOTAREMOS NUMA MULHER”, afirma ‘El Diez’ Maradona, confirmando voto à candidata Cristina Kirchner. A candidata e esposa do atual presidente, Nestor Kirchner, tem a preferência nas pesquisas, e salvo um desastre, deve vencer no primeiro turnocom folga. Os oposicionistas, cuja candidata mais próxima de Cristina nas pesquisas é Elisa Carrió, já se dão por vencidos. Com uma gestão mais voltada para a recuperação econômica e dos direitos sociais subtraídos nos anos de neoliberalismo explícito (Menem, De LaRua), Néstor, presidente já reeleito, tal como Lula, tem chances de eleger até poste a seu sucessor. Ninguém na Argentina quer o retorno das políticas de subserviência ao FMI e aos EUA, o aumento da dívida externa e o desalinhamento com a tendência esquerdista em crescimento na América Latina. Ainda que para isso tenham que engolir o hominismo que por lá é tão intenso quanto o daqui, os portenhos preferirão uma bela e inteligente mulher no poder aos velhacos que afundaram um dos países mais ricos do mundo. A eleição será neste domingo. I inda tem francês…

@ VENEZUELA É CONFIRMADA NO MERCOSULpela comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados. Mesmo com a papagaiada de DEMos e PSDBestas, que foram à sessão mas não votaram, e a abstenção de Fernando Gabeira, que se preocupa fortemente com a repressão à liberdade de imprensa naquele país (mas no Brasil…). Faltando somente o Brasil e o Paraguai votarem, a querela em torno da adesão por aqui é mais um dos inférteis terrenos por onde cansada turma que se diz oposição pretende avançar na sua luta contra o governo de Lula. Mesmo os empresários brasileiros, maiores incentivadores das sucessivas tentativas de golpismo pela direitinha, aguardam ansiosamente pela abertura do mercado venezuelano aos produtos nacionais, através da integração daquele país ao Mercosul. Detalhe interessante é que o porta-voz dos que se dizem contrários à integração é o senador Eduardo Azeredo, beneficiado maior pelo esquema de caixa 2 das campanhas tucanas, o chamado ‘mensalão do PSDB’. I inda tem francês…

@ “GLOBO FARÁ ‘CRÍTICA ÁCIDA’ AO SISTEMA”, deu no blog Diário Gauche. Trata-se de uma minissérie que se chamará O Sistema, que terá personagens totalmente rebeldes, do dedão ao calcanhar, passando pela cabeça, com figurino hippie comparado na Daslu provavelmente. Serão histórias de quem já teve preso cartões no caixa eletrônico, provável também assistirmos greves por aumento de mesada, ou que baterão o pezinho enquanto não ganharem um Mitsubish de presente de Natal, e otras cositas mas, e mais, e mais, e mais… Assista e se torne um revolucionário Classe A. I inda tem francês…

@ E ASSIM O IMPÉRIO GLOBÓLICO VAI DESPENCANDOnuma perda de audiência desesperadora para eles, conforme a edição 468 da revista Carta Capital. Enquanto isso a Record só subindo aos céus. Mas isso é o que menos importa. Como diz Muniz Sodré, a questão não passa pela significação, é na sua forma que a tv é degradada/degradante desde a sua origem. O que as abaterá finalmente, mais dia menos dia, logo ou daqui a 300 anos está em seu próprio coração: a nulidade de sua Tela Total, como fala Jean Baudrillard. I inda tem francês…

@ LIONS FOR LAMBS” (LEÕES E CORDEIROS), NOVO FILME DE ROBERT REDFORD, vem para pôr mais ainda à mostra as mentiras que Bush-Blair forjaram para invadir o Afeganistão e o Iraque, e também como a mídia norte-americana ficou passiva e apoiando o absurdo massacre. Já na estréia em Berlim, Redford, um dos poucos atores e diretores politizados de Hollywwod, aproveitou para fazer analisar como o ambiente americano, depois do 11 de setembro, acabou ficando favorável para os falsos e desumanos intentos de Bush. Desse vez, o sensível diretor de Nada é Para Semprepretende fazer um estudo perceptivo da subjetividade americana atual. Como vem de Hollywood, pode ser que venha a Manaus. I inda tem francês…

@ SERÁ QUE OS TUCANADOS AINDA ACREDITAM EM MASSA DE MANOBRA?Ou será o que os PSDBestas entendem ser um “partido de massa”? Já estávamos pensando na possibilidade de encontrar o Arthur Neto e o Arthurzinho pelas periferias de Manaus, quando descobrimos no Conversa Afiada que para eles isso significa apenas que a partir de agora ouvirão a “base”. Mas será que sua majestade, Fernando Henrique deixará o paço real, tendo ao seu lado Tasso Jereissati e Serra, numa proximidade de Aécio Neves e Arthur, o lagartixa, subindo pelas costas? Essa é a primeira vez que ouvi falar na “base” tucanada, pensávamos ser um partido apenas de cúpula. Só agora entendemos por que Fernandinho Henriquinho está tecendo tantos elogios ao governo Lula. I inda tem francês…

@ VII GAY PRIDE MANAUS, AMANHÃ, DOMINGO, 28 DE OUTUBRO DE 2007, A PARTIR DAS 17H, PRAIA DA PONTE NEGRA. Será uma oportunidade para quem quer se liberar no plano sexual, mas não somente no plano sexual, também para diminuição da carga de homofobia reativa dos que vivem sob o domínio da dor e não aceitam a liberdade de atuação dos corpos livres no mundo seja esse corpo homo, hetero, macho, fêmea, trans, bi, etc. A quem não puder ir, resta um consolo, é só acessar o bloguinho da AFIN na 2ª feira e acompanhar os eventos ocorridos nessa festa de alegria e liberdade… I inda tem francês…

Vamos que vamos

Que a cada dia que a gente vai

O bom é não chegar

Mas a cada dia não ficar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *